Garcia de Orta: urgência pediátrica noturna encerrou há um ano (e ainda não tem data para reabrir)

Reforço dos recursos humanos ainda está aquém das necessidades e não permite a reabertura do serviço noturno.

 

Há exatamente um ano que a urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, em Almada, passou a encerrar todas as noites entre as 20h e as 8h da manhã e ao fim-de-semana devido à falta de médicos. O serviço deixou de funcionar nesse período a 15 de Novembro de 2019 e desde aí ainda não foi retomado.

Se em Fevereiro a administração da unidade chegou a admitir que a urgência pediátrica poderia reabrir de forma faseada a partir do mês de Abril, a hipótese não chegou a concretizar-se, o que continua a gerar preocupação junto da população afetada.

O ALMADENSE pediu esclarecimentos ao Hospital sobre o assunto, que não respondeu às questões colocadas. No entanto, em resposta a uma questão feita esta semana pela Câmara Municipal do Seixal, a administração do Garcia de Orta indicou que “o reforço das equipas ainda está aquém das necessidades e não permite a reabertura do serviço”. A informação foi veiculada pela autarquia liderada por Joaquim Santos, que garantiu que irá “continuar a reivindicar ao Governo e ao Ministério da Saúde os meios necessários para a reabertura deste serviço essencial para as populações do Seixal e Almada”.

A situação da urgência pediátrica contribui para o agravamento da situação que se vive no Hospital, que tem estado sob pressão decorrente do aumento constante dos casos de Covid-19. No último mês, os doentes internados com Covid-19 na unidade duplicaram, o que tem levado a administração a proceder a uma “constante reorganização” dos seus serviços.

 

Menos 200 mil consultas nos centros de saúde de Almada e Seixal até Setembro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *