Ligações fluviais no Tejo interrompidas a 23 e 24 de Junho

Plenário de trabalhadores da Transtejo volta a afetar o serviço fluvial no Tejo, que será interrompido.

 

As ligações fluviais entre a margem sul e Lisboa vão voltar a sofrer interrupções devido à realização de plenários convocados pelas organizações sindicais que representam os trabalhadores da Transtejo.

Desta forma, as carreiras fluviais entre Cacilhas e o Cais do Sodré estarão interrompidas na quinta-feira, dia 24 de Junho, entre as 14h20 e as 17h35. No sentido inverso, a suspensão das carreiras irá ocorrer entre as 14h20 e as 17h50, informou a Transtejo.

 

No caso das carreiras entre a Trafaria e Belém a interrupção estende-se das 13h às 18h, enquando que nas ligações entre Belém e a Trafaria a suspesão ocorre entre as 13h30 e as 18h30.

Para além do serviço entre Almada e Lisboa, também as ligações entre a capital e o Seixal e o Montijo irão sofrer interrupções temporárias durante a tarde de quarta-feira. Já o serviço da Soflusa para o Barreiro, estará suspenso durante a quarta-feira, dia 23 de Junho.

“Nestes plenários far-se-á o balanço das lutas até agora desenvolvidas e como continuar a mobilização pela revisão dos Acordos de Empresa”, informou a Fectrans – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações.

Durante os períodos de paralisação, também os terminais da Transtejo e Soflusa estarão encerrados, por “questões de segurança”, indicou por sua vez a transportadora.

 

Apresentação pública sobre Eixo Central de Almada longe de gerar consensos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *