Sexta-feira, Julho 19, 2024
DestaqueHabitaçãoOutros Destaques

Preço das rendas estabiliza em Almada

Variação dos preços do arrendamento praticados no último ano em Almada aponta para uma estabilização.

 

O preço das rendas em Almada desceu 3,1% entre julho e setembro deste ano, interrompendo o ritmo de fortes subidas verificado nos últimos anos, indicam os dados divulgados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

No terceiro trimestre de 2021, o valor mediano das rendas no concelho fixou-se nos 8,32 euros por metro quadrado, o que equivale a 750 euros mensais por um apartamento com cerca de 90 metros quadrados.

Publicidade
FCT-gif-2

Os valores praticados encontram-se em linha com o que se registava no mesmo período do ano passado, em que o preço médio foi de 8,27 euros. Assim, depois de vários semestres com subidas homólogas na casa dos dois dígitos, os valores das rendas em Almada mostram agora uma tendência de estabilização.

Desta forma, Almada situa-se como o sétimo concelho mais caro do país no mercado de arrendamento, numa lista liderada por Lisboa (11,44 euros), Cascais (11,28 euros) e Oeiras (10,38 euros).

Durante o terceiro trimestre do ano realizaram-se em Almada 432 novos contratos de arrendamento, o que representa uma subida de 13% face ao trimestre anterior, em que se tinham assinado 382 contratos.

No conjunto do país, os preços das rendas cresceram no terceiro trimestre, embora a um ritmo menos acelerado do que anteriormente. Entre julho e setembro a valorização foi de 7,4%, fixando-se nos 6,08 euros por metro quadrado.

 

Almada lança programa de apoio ao pagamento de rendas

Publicidade
we-find-2

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *