Fábrica em Almada produz testes rápidos à covid-19

O pequeno dispositivo, que permite detetar rapidamente a infeção por coronavírus, tem estado a ser fabricado no Madan Parque, em Almada.

 

Já foram utilizados para testar pacientes do Hospital Garcia de Orta, em Almada, do São João do Porto e também pessoal docente da Faculdade de Ciências e Tecnologia, na Caparica. Mas não só: os testes rápidos à covid-19 desenvolvidos pela empresa Stab Vida também já estão a ser utilizados em países como a Noruega ou a Nigéria.

Aprovado oficialmente pelo Infarmed, o pequeno dispositivo intitulado Doctor Vida, que permite detetar em minutos a infeção por coronavírus, está a ser produzido na fábrica da empresa, instalada no centro de ciência e tecnologia Madan Parque, em Almada.

Há 20 anos que a Stab Vida trabalha na área de genética, mas “a pandemia tornou esta questão urgente”, pelo que a empresa passou a “dirigir todos os esforços para o desenvolvimento deste dispositivo”, conta ao ALMADENSE Carla Clemente, responsável pela fábrica do Madan Parque.

O processo de testagem é semelhante ao de um PCR normal, mas a diferença é que com o Doctor Vida se “usa a amostra diretamente na reação, o que faz com que o processo seja muito mais rápido e prático”. Em geral, o resultado é obtido em apenas 30 minutos e pode ser consultado através de uma aplicação de telemóvel desenvolvida também pela Stab Vida. Se a carga viral for baixa, o processo pode demorar no máximo uma hora.

Para além da rapidez e do custo reduzido, o Doctor Vida tem ainda outra vantagem, nota Carla Clemente: “a manipulação humana é muito reduzida”, o que minimiza o risco de contaminação. Ainda assim, a empresa está constantemente a trabalhar em novas versões, para “continuar a melhorar o produto”, que deverá em breve começar a ser comercializado também em farmácias.

 

Saiba onde fazer teste à covid-19 em Almada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *