Faleceu João Luís Paixão, pároco na Trafaria, aos 57 anos

Pároco era conhecido pelo empenho e dedicação com que defendia a comunidade. Funeral decorre este sábado no cemitério do Monte de Caparica.

 

Faleceu esta quinta-feira, dia 8 de Julho, o pároco da Trafaria, João Luís Paixão, aos 57 anos, vítima de AVC. “Acometido de covid-19, o padre João foi assistido com a melhor competência profissional, técnica e humana, primeiro no Hospital Garcia de Orta e, em seguida, no Hospital de São José, em Lisboa”. Embora estivesse a conhecer “melhoras significativas, que davam fundadas esperanças de recuperação”, ao fim da manhã de quinta-feira foi vítima de um AVC que não foi possível controlar, vindo a falecer”, informou a Diocese de Setúbal.

Natural do Barreiro, onde nasceu a 8 de Junho de 1964, João Luís Paixão era desde 2013 pároco na Trafaria e, desde 2016, vigário paroquial da Paróquia do Monte de Caparica. Anteriormente, tinha passado pelas paróquias da Marateca, Sarilhos Grandes, Pinhal Novo, Cacilhas e Almada. Paralelamente, teve também um papel ligado ao jornalismo, tendo sido diretor interino do extinto Jornal de Almada.

 

O funeral tem lugar este sábado no cemitério do Monte de Caparica, após velório decorrido na Igreja Paroquial da Trafaria e eucaristia presidida pelo bispo de Setúbal, D. José Ornelas, na Igreja Paroquial do Monte de Caparica.

Recentemente, o padre João Luís Paixão participou numa reportagem do ALMADENSE sobre os desafios enfrentados pela população da Trafaria durante a pandemia, onde demonstrou o empenho e dedicação com que defendia a comunidade que servia. Leia a reportagem:

 

Trafaria: quando a “interioridade” tem vista para Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *