Quarta-feira, Julho 17, 2024
CulturaDestaqueOutros Destaques

Sol da Caparica regressa em agosto (e tem uma nova mascote)

Personagem “Mundo da Noa”, que irá  acompanhar os mais novos, foi uma das novidades anunciadas para a edição de 2022.

 

O festival Sol da Caparica regressa ao Parque Urbano da Costa da Caparica de 11 a 15 de agosto e vai contar com uma nova mascote para ensinar hábitos sustentáveis aos mais novos. A personagem “O Mundo da Noa” foi uma das novidades anunciadas esta terça-feira durante a conferência de imprensa a bordo de uma embarcação no rio Tejo.

O evento, exclusivamente dedicado à música portuguesa e artistas da lusofonia, vai contar com nomes como Carlão, Bárbara Bandeira, António Zambujo, Julinho KSD, Wet Bed Gang, Profjam, Plutónio, Papillon, Tiago Bettencourt e muitos mais. Além do palco comédia e palco eletrónico, o evento também vai contar pela primeira vez com uma roda gigante, para que os visitantes tenham a oportunidade de ver o pôr do sol da Caparica com vista para o mar.

Publicidade
FCT-gif-2

Quanto ao “O Mundo da Noa” faz parte da programação do dia dedicado às famílias e às crianças, assim como “As canções da Maria” e  “Miss Cindy”. Os mais novos também vão poder contar com insufláveis, espaços de animação, pinturas faciais, aulas de skate, atelier de bolas e muitos mais jogos instrutivos e animações.

A edição de 2022 também ganha um novo hino, com “nova roupagem musical com a participação de Rich & Mendes e a interpretação dos artistas Anna Joyce, Calema, Cuca Roseta, Nuno Ribeiro, Rui Orlando, Soraia Ramos e Syro”, acrescenta a CMA.

Também como novidade, este ano o festival fica mais solidário, com 50% do valor dos bilhetes vendidos para a manhã do dia 14 de agosto (o dia das crianças) a serem doados à “Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro”.

“Foi com grande entusiasmo que estive na apresentação do cartaz do festival O Sol da Caparica”, disse a presidente da Câmara Municipal de Almada, Inês de Medeiros, numa mensagem na rede social Facebook. “Que saudades que tínhamos de ver o Parque Urbano da Costa de Caparica repleto de boa música e muita animação”, acrescentou a autarca sobre o festival, que fez uma pausa de dois anos consecutivos devido à pandemia da covid-19. 

Os bilhetes para o Sol da Caparica já se encontram à venda. Têm o custo de 22 euros para os bilhetes diários (16 euros a quem tenha mais de 65 anos ou 18 euros para almadenses), 2,40 euros para o dia da criança e 75 euros para o passe geral (63 euros para os residentes de Almada), que também inclui o dia dos mais novos. Podem ser adquiridos  no Posto de Turismo da Costa da Caparica, no Fórum Municipal Romeu Correia ou nas plataformas digitais blueticket, ou festicket.

Recorde-se que o festival que é uma iniciativa da Câmara Municipal de Almada, com produção do Grupo Chiado. 

 

Publicidade
we-find-2

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *