Quarta-feira, Julho 17, 2024
CulturaDestaqueOutros Destaques

Festival O Sol da Caparica regressa de 15 a 18 de agosto

Calema, Xutos & Pontapés, Rui Veloso, T-Rex, HMB e Capicua são alguns dos artistas confirmados no festival deste ano. 

 

O Parque Urbano da Costa da Caparica, em Almada, vai receber a nona edição do festival “O Sol da Caparica”, que este ano decorre de 15 a 18 de agosto.

Entre os artistas confirmados estão Calema, Xutos & Pontapés, Rui Veloso, T-Rex, HMB e Capicua. Os primeiros nomes do cartaz foram revelados esta terça-feira durante um evento realizado na Fonte da Telha.

Nos próximos três anos o festival será organizado por um novo consórcio composto pelas empresas Domingo no Mundo e Music Mov, recebendo o município uma contrapartida financeira de 123 mil euros (41 mil por ano). Liderada por André Sardet e António Gomes, a nova organização tem como objetivo redefinir os valores do evento, colocando o foco em Cultura, Ambiente, Inclusão Social e Economia Circular.

Desde 2019 que o evento era organizado pelo Grupo Chiado, que também se apresentou a concurso, mas a partir deste ano e até 2026 será desenvolvido pelo consórcio de duas empresas, em conjunto com a Câmara Municipal de Almada. Nos próximos anos, pretendem envolver mais artistas, associações ambientais e de apoio a portadores de deficiências, bem como agentes económicos locais.

L7NNON, Diego Miranda, Os Quatro e Meia, INSERT COIN, Padre Guilherme, Cláudia Pascoal, Linda Martini, Bateu Matou e José Pinhal Post-Mortem Experience são outros dos nomes em destaque no festival deste ano, que vai receber também comediantes como é o caso de Luana do Bem.

Este ano, o festival vai contar com quatro palcos: Palco Mar, Palco Terra, Palco Anfiteatro e, pela primeira vez, o Palco Almada, de forma a homenagear os moradores da região de Almada. De resto, a nova organização pretende integrar na estrutura e conceção do festival mais artistas, associações ambientais, associações que apoiam cidadãos portadores de deficiências e agentes económicos oriundos do concelho de Almada. “Queremos que seja o sonho de quatro noites de verão para todos”, afirmou André Sardet durante a apresentação do evento.

Os bilhetes já estão à venda, com preços a partir de 28 euros por dia ou 78,50 euros para o passe dos quatro dias. Uma vez mais, os residentes do concelho de Almada poderão beneficiar de um preço especial, sendo estes bilhetes disponibilizados para venda, a partir de julho, mediante prova de residência e limitado ao ‘stock’ existente, no Fórum Romeu Correia e Posto de Turismo da Costa da Caparica.

Como habitual, também este ano haverá um dia dedicado às crianças (18 de agosto) com uma programação que tem início às 10h da manhã, por um preço especial de três euros. Nesse dia, o recinto encerra às 14h e volta a abrir às 16h para a continuação do festival, com a programação dos quatro palcos. Existe ainda um passe de quatro dias para as famílias (para duas crianças e dois adultos, exclusivo a residentes de Almada) no valor de 150 euros. Os bilhetes podem ser adquiridos aqui.

“A expectativa é que o festival continue a manter o seu ambiente especial por ser intergeracional, por ser neste sítio extraordinário, por ser na praia e ao mesmo tempo urbano, por ser um encontro dos que falam a língua portuguesa nas suas variações e que tenha o ambiente próprio de Almada de usufruir a vida partilhando os valores de matriz: inclusão solidariedade, ambiente e qualidade de vida”, destacou, por sua vez, a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, também presente na apresentão.

Festival “50 anos de Liberdade” traz The Black Mamba à Charneca de Caparica

Publicidade
we-find

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *