Covid-19. Almada atinge incidência de 2000 casos por cada 100 mil habitantes

Boletim da DGS não reflete ainda a descida no número de casos que se começou a verificar na semana passada em todo o país.

 

O concelho de Almada atingiu uma incidência de 2000 casos de covid-19 por cada 100 mil habitantes, revela o boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Os dados dizem respeito às duas semanas anteriores a 2 de fevereiro, pelo que não refletem ainda a descida no número de contágios que começou a verificar-se em Portugal durante a semana passada.

Desta forma, Almada mantém-se no nível de risco de contágio considerado “extremamente elevado”, tal como todos os municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML). A situação mais crítica da grande Lisboa continua a situar-se no concelho de Setúbal, que regista atualmente 2964 casos por cada 100 mil habitantes. Seguem-se os concelhos de Sesimbra com 2401, Palmela e Sintra com 2370, Odivelas com 2315, Loures com 2206 e Lisboa com 2123 casos de covid-19 por cada 100 mil.

No conjunto do país continua a verificar-se um decréscimo no número de contágios. Esta segunda-feira foram contabilizados mais 2505 casos positivos e 196 mortes por covid-19. Há três semanas que o número diário de óbitos não era inferior a 200. De acordo com os dados da DGS, esta segunda-feira há mais 96 doentes internados (total de 6344), sendo que 877 estão nos cuidados intensivos (mais 12 do que no dia anterior).

 

Câmara de Almada lança programa de apoio ao comércio local

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *