Almada lança concurso para projeto de reconversão do antigo edifício da EDP

Autarquia pretende instalar os serviços municipais no histórico edifício projetado pelo arquiteto Francisco Keil do Amaral.

 

A Câmara Municipal de Almada aprovou esta segunda-feira, dia 19 de Abril, o lançamento de um concurso público para a elaboração de um projeto de reconversão do antigo edifício sede da EDP, onde será instalado um “Centro de Serviços Municipais”, tal como o ALMADENSE avançou.

O objetivo é “dar vida àquele espaço”, além de garantir “maior coerência aos serviços municipais” que neste momento se encontram “muito dispersos”, sublinhou a presidente da Câmara, Inês de Medeiros, durante a reunião do Executivo camarário.

Tendo em conta a “qualidade do edifício, que convém preservar”, a primeira fase do procedimento prevê o lançamento de um concurso público no âmbito da arquitetura com um preço base 239 mil euros. Quanto ao projeto de requalificação do edifício, terá um teto máximo de seis milhões de euros.

Pretende-se que o imóvel passe a acolher mais de 200 trabalhadores, incluindo gabinetes de vereação, um centro de atendimento ao público e um auditório para realização das reuniões públicas.

O objetivo é “criar melhores condições para os funcionários”, destacou Miguel Salvado, vereador do PSD, para quem a reabilitação do edifício poderá também “criar uma nova dinâmica na cidade, potenciando o comércio naquela zona central”.

De autoria do arquiteto Francisco Keil do Amaral, o edifício modernista tem uma área bruta superior a 5.000 metros quadrados e foi adquirido em 2016 pela Câmara Municipal por dois millhões de euros. Localizado na rua Bernardo Francisco da Costa, no centro de Almada, o edifício encontra-se em estado de abandono desde 2004, apresentando evidentes sinais de degradação.

 

almadense-precisa

 

Requalificação da Estrada Forestal, na Costa da Caparica, recebe luz verde do Governo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *