TST retoma carreira 102 e faz novo reforço do serviço

Reposição da linha entre Cacilhas e o Almada Forum tinha sido reclamada pela Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó, que criticou a “decisão unilateral” da TST ao suprimir carreiras.

 

A Transportes Sul do Tejo (TST) reativa mais 24 carreiras esta segunda-feira, 18 de Maio, devido ao “expectável aumento da procura” derivado da nova fase de desconfinamento e do regresso das aulas presenciais para alunos do 11º e 12º anos, que começa esta semana.

Assim, para além da reposição de algumas das linhas que asseguram a ligação entre a margem sul e Lisboa através da ponte 25 de Abril, a transportadora retoma também outras das carreiras que estavam suspensas desde a empresa entrou em lay-off, a 9 de Abril.

Entre as linhas que regressam encontram-se a carreira 102, que efetua a ligação entre Cacilhas e o Almada Forum (via Quinta do Chegadinho), cuja suspensão “unilateral” tinha sido censurada pela Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó, argumentando que a mesma deixava “uma parte significativa dos utentes e do território sem alternativa de transporte rodoviário”.

 

Reforço da oferta em Almada

No que diz respeito a carreiras que circulam no concelho de Almada são repostas também as linhas 143 (Corroios – Vale Figueira), 174 (Costa de Caparica – Vale Figueira), 179 (Charneca de Caparica – Vale Figueira) e 254 (Cacilhas – Quinta do Conde). No resto da península de Setúbal, regressam as carreiras 234, 243, 311, 313, 404, 419, 446, 447, 747, 758, 764 e 770.

Será feito também um reforço de horário nas linhas 123, 133, 201, 203, 211, 222, 227, 229, 230, 240, 247, 318 e 790, sendo extendido o percurso da 601, cujos horários completos podem ser consultados no site da TST.

Tendo em conta que a definição de horários a realizar por alguns dos estabelecimentos de ensino está ainda a ser concretizada, a TST informa ainda que a “oferta disponibilizada relativamente às carreiras escolares será objeto de ajustes durante a semana”.

No que diz respeito à carreira 176 (que faz a ligação entre a Praça São João Baptista, em Almada e a Cidade Universitária, em Lisboa), a transportadora assinala ainda que “devido às obras na Praça de Espanha, a carreira 176 tem uma alteração temporária de percurso não sendo possivel assegurar ligação a esta zona da cidade”.

Recorde-se, ainda, que a utilização de máscara de proteção é obrigatória, bem como a validação dos títulos de transporte. Uma vez que “não é possível adquirir o título a bordo dos autocarros”, a compra do título de transporte deve ser feita antecipadamente.

 

Paias da Caparica reabrem a 6 de Junho. Conheça as novas regras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *