TST passa a Carris Metropolitana a partir de julho de 2022

Nos concelhos de Almada e Seixal o transporte público rodoviário vai continuar a ser assegurado pela TST, que passará a assumir a marca Carris Metropolitana.  

 

Os primeiros autocarros da Carris Metropolitana estarão a circular em julho de 2022, depois do concurso internacional ter recebido “luz verde” por parte do Tribunal de Contas, informou esta quinta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Nos concelhos de Almada e Seixal, a operação de transporte público rodoviário vai continuar a ser assegurada pela TST (primeira classificada no concurso), mas passará a circular sob a marca Carris Metropolitana, que será comum a toda a região da Grande Lisboa.

 

Para avançar com a implementação da nova operação rodoviária, a empresa irá renovar grande parte da frota, uma vez que os novos autocarros deverão passar a ter uma idade média inferior a um ano.

Lançado em Fevereiro de 2020, pelo valor total de 1,2 milhões de euros, o concurso internacional previa ter os primeiros a circular no final de 2021, mas essa data foi agora adiada para meados de 2022. Recebido o visto do Tribunal de Contas, o processo de transição deverá prolongar-se durante dez meses, informou ainda a AML.

Válida por sete anos, a nova concessão rodoviária prevê um aumento significativo do serviço, sendo que o concelho de Almada deverá contar com 34 linhas novas.

Atualmente responsável pelo serviço rodoviário em toda a península de Setúbal, a TST passará a concentrar operação apenas em Almada, Seixal e Sesimbra, uma vez que não concorreu ao lote 4, que engloba Setúbal, Palmela, Moita, Montijo e Alcochete. Esta zona irá contar com um novo operador: Nex Continental (empresa do grupo que detém em Espanha a Alsa).

 

Câmara de Almada atribui 770 mil euros à WeMob para cobrir prejuízos

4 Comentários

  • Agosto 21, 2021 at 12:47 pm
    Permalink

    Não vai dar em nada, recebem primeiro do Estado 276 Milhões, e continuam com a frota que tem. Isto é típico do inglês, negociatas, ainda estou para saber, como estes….. ficaram em primeiro no concurso?? Para o “povinho” da margem sul chega bem o que tem, cuidem-se. Não se esqueçam, votem PS, passes a 20 paus que esperavam…

    Responder
    • Agosto 24, 2021 at 6:57 pm
      Permalink

      Se não lhe dá jeito pagar 20 “paus” (eu digo 20 euros), então pode pagar o que antigamente pagava. Eles irão agradecer. Por mim estou contente com a redução do preço.

      Responder
      • Agosto 25, 2021 at 3:02 pm
        Permalink

        José Costa, eu pago quarenta euros de passe para me deslocar para o TRABALHO ” essa ” medida eleitoralista para conseguir votos para o PS, é que lhe deu muito jeito !! Consoante as reformas ( um teto ) é que estipulavam os preços do passe, á gentinha com reformas de 1500 e 2000 euros a pagar passe de 20 PAUS e a lourear a pevide nos TST.

        Responder
  • Agosto 23, 2021 at 2:22 pm
    Permalink

    Já devia ser para hoje. Pior que a TST deve haver pouco. As pessoas para a TST , são só meros números. Camionetas, horários a cumprir isso não passa de uma miragem.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *