Sexta-feira, Julho 19, 2024
MobilidadeOutros Destaques

Jovem cria projeto de divulgação das novas carreiras em Almada para colmatar “falta de informação”

Página de Instagram “Área 3” foi criada para ajudar os utentes da Carris Metropolitana em Almada, que consideram a informação escassa e “difícil de perceber”. 

 

Um jovem almadense criou uma página no Instagram em que divulga os mapas dos novos percursos, as alterações introduzidas e as linhas adiadas pelo novo serviço da Carris Metropolitana em Almada. Com apenas 18 anos, Fábio Antunes percebeu que a falta de informação era um problema para os passageiros, o que o motivou a lançar o projeto “Área 3”, com o objetivo de “facilitar a transição de transportes a todos nós, passageiros da Carris Metropolitana”.

“Senti que era uma necessidade porque percebi que existiam muitas dúvidas entre os utentes. Vi que havia muitas pessoas a queixarem-se da pouca informação online, então decidi criar este projeto para ajudar”, contou o jovem ao ALMADENSE.  

Publicidade
FCT-gif-2

 

area3-instagram

O serviço da Carris Metropolitana arrancou em Almada no passado dia 1 de julho, mas muitos passageiros apontaram a falta de informação, a ausência de mapas dos novos percursos e a falta de horários nas paragens como uma dificuldade. Introduzidas de forma repentina, as mudanças têm deixado os utentes desorientados, sem um período de adaptabilidade ao novo serviço.

Com um site pouco intuitivo e sem a prometida aplicação móvel, a informação disponibilizada pela Carris Metropolitana  é “difícil de perceber”, aponta Fábio Antunes. Quanto à ferramenta Conversor de Linhas, “não está a funcionar bem, com percursos que pouco ou nada correspondem à realidade”, aponta o jovem.

Além disso, os horários não estão disponíveis nas paragens, o que tem dificultado a vida dos utentes, especialmente os mais velhos, com menos literacia digital.

O jovem almadense partilha da opinião geral de que os novos autocarros são uma melhoria, mas lamenta que o fornecimento do serviço esteja incompleto. “É um ponto negativo, além dos horários mal feitos, as linhas que foram todas criadas para funcionar em conjunto não iniciaram” apontou, acrescentando que a “divulgação dos horários deveria ter começado mais cedo, não no final de junho”.

Lançado há apenas seis dias no Instagram, o projeto “Área 3” para a zona de Almada já conta com perto de 600 seguidores. Em breve será lançada uma outra página para o concelho do Seixal.

 

Utentes da Carris Metropolitana protestam em Almada: “O que era mau ficou péssimo”

Publicidade
we-find-2

One thought on “Jovem cria projeto de divulgação das novas carreiras em Almada para colmatar “falta de informação”

  • Paulo paiva

    Estou muito preocupado porque trabalho em Lisboa no Hospital S.José, logo por turnos e não vejo qualquer alternativa aos fins de semana para quando vou entrar às 8 da manhã que preciso de sair por volta das 6h. Moro na estrada da Algazarra, no Feijó e quando saio às 23 horas também não tenho qualquer alternativa de Cacilhas. Obrigado

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *