Segunda-feira, Maio 20, 2024
CulturaDestaqueOutros Destaques

Festival dos Capuchos traz a Almada Orquestras de Veneza e Budapeste

Na edição deste ano, o festival de música erudita apresenta pela primeira vez três concertos no Teatro Municipal Joaquim Benite.

 

O Festival de Música dos Capuchos regressa a Almada de 25 de maio a 23 de junho, trazendo uma vez mais músicos de referência mundial para treze concertos. Da programação faz parte também um ciclo de conversas moderadas por Carlos Vaz Marques, uma caminhada na Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica e ainda “master classes” instrumentais, orientadas por músicos e professores de referência internacional.

Com direção artística de Filipe Pinto-Ribeiro, o festival inspira-se este ano na “temática das estações do ano, que foi ao longo dos séculos trabalhada por muitos criadores”, sublinhou o pianista durante a apresentação da programação, que decorreu no dia 19 de março, no Convento dos Capuchos, na Caparica. Por isso mesmo, a “passagem do tempo é o foco desta edição do festival”, a terceira desde que o evento foi retomado, após uma paragem de 20 anos.

Publicidade
fct-cientistas

Na programação deste ano, destaque para a presença da Orquestra Barroca de Veneza “I Solisti Veneti”, referência mundial com mais de 350 álbuns editados (dia 27 de maio) e da Orquestra de Câmara de Budapeste, com um concerto que inclui a aguardada estreia nacional de “Oriente e Ocidente”, do estoniano Arvo Pärt, e de “As Quatro Estações Americanas”, do norte-americano Philip Glass (dia 18 de junho). Ambos os concertos decorrem no Teatro Municipal Joaquim Benite, no centro de Almada, que pela primeira vez se associa ao evento de música erudita.

Quanto à temática das estações do ano, estará presente em vários concertos, incluindo as “Quatro Estações” de Vivaldi, as “Quatro Estações de Buenos Aires” de Astor Piazzolla, “As Estações” de Tchaikovsky, “As Noites de Verão” de Hector Berlioz ou “Summertime” de George Gershwin.

Entre os músicos internacionais desta edição do Festival de Música dos Capuchos, o destaque para o pianista norte-americano Stephen Kovacevich, os violinistas Mario Hossen, Jack Liebeck e Esther Hoppe, as cantoras Lena Belkina, Ana Karina Rossi e Deniz Uzun, o violoncelista suíço Christian Poltéra, o clarinetista francês Pascal Moraguès, a pianista arménia Marianna Shirinyan, o bandoneonista e compositor argentino Marcelo Nisinman e o renomado Quarteto Hermès, de Paris.

No dia 13 de junho vai decorrer um concerto de homenagem ao maestro António Victorino d’Almeida, que este ano assinala os 70 anos de carreira.

Quanto ao ciclo de “Conversas dos Capuchos”, que conta com curadoria e moderação de Carlos Vaz Marques, será este ano dedicado aos centenários dos nascimentos de Mário Cesariny de Vasconcelos, Natália Correia e Eugénio de Andrade. Pela primeira vez, haverá ainda conversas pré-concertos com a moderação de João Almeida, diretor da Antena 2.

“Temos uma programação cada vez mais fascinante, com uma maior relação com o território e uma ligação cada vez maior entre os vários públicos”, destacou, por sua vez, Inês de Medeiros, presidente da Câmara de Almada.

Os preços dos bilhetes variam entre os 4 e os 17 euros e já estão disponíveis no Fórum Romeu Correia, no Teatro Municipal Joaquim Benite, no Convento dos Capuchos e locais habituais. Há também assinaturas disponíveis, no valor de 90 euros para o pack total (13 concertos) e 60 euros para o pack parcial (9 concertos). Para mais informações, consulte o site do festival.

 

Foto: Florbela Salgueiro

 

“A Feiticeira de Oz” vem encantar Almada no dia 1 de abril

Publicidade
education-mrec

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *