Segunda-feira, Maio 20, 2024
CulturaDestaqueOutros Destaques

Festival de Jazz Manouche traz músicos internacionais a Almada

Terceira edição do Festival Jazz Manouche Almada decorre de 17 a 19 de maio no salão de festas da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense.

 

De 17 a 19 de maio, Almada volta a receber músicos de renome internacional para a terceira edição do Festival de Jazz Manouche. Este ano, o festival organizado pela associação Almada Danada desce a rua até ao salão de festas da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense.

O evento, ímpar no país, conta em 2024 com nomes emblemáticos como Adrien Marco Trio, Aurore Voilqué Trio feat. Angelo Debarre e Rouge Manouche, que trazem a Almada os ritmos dançantes do jazz cigano de “Django” Reinhardt.

Publicidade
FCT-gif-2

Os Aurore Voilqué Trio tocam com Angelo Debarre às 21h de 18 de maio. Aurore começou a tocar violino aos 4 anos de idade e nunca mais parou, passando pelos principais clubes e festivais do género musical em França. Em Almada, será acompanhada pela guitarra de Mathieu Chatelain e pelo contrabaixo de Claudius Dupont. Os solos ficam para Angelo Debarre, “uma verdadeira lenda viva do jazz manouche”, aponta Gonçalo Mendonça, membro da organização, ao ALMADENSE.

Antes, a 17 de maio pelas 21h, o palco é de Adrien Marco, guitarrista audodidata de estilo “enérgico, elegante, espontâneo e muito virtuoso”, como pode ler-se no comunicado de imprensa. Pela primeira vez em Almada, Adrien tem um vasto reportório de festivais, desde a Europa aos Estados Unidos. O músico é acompanhado por Mathieu Chatelain na guitarra e Claudius Dupont no contrabaixo.

No último dia do festival, 19 de maio, atuam às 17h os Rouge Manouche, quarteto de gypsy jazz que apresenta um swing enérgico, passando por compositores como “Django” Reinhardt, Charles Trenet ou Cole Porter. Para além dos concertos, o salão de festas da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense recebe uma oficina de dança a cargo da escola Blues & Swing Lisboa, especializada em danças vintage, às 16h de 19 de maio.

“Este ano, esperamos encher o salão de festas da SFIA”, confessa Gonçalo Mendonça, que organiza o evento juntamente com o músico João Novais. “Temos músicos muitíssimo bons, a nível internacional, que elevam o nível do festival e que não poderíamos chamar sem o apoio da associação Alma Danada”, que gere o espaço do Cine Incrível.

Os bilhetes para o Festival Jazz Manouche Almada têm o valor de 30 euros (passe geral) ou 15 euros (bilhete diário), e podem ser adquiridos online. Confira o cartaz:

 

Cartaz-jazz-manouche

 

Jardim Dr. Alberto Araújo em Almada reabre após requalificação

Publicidade
expo-lisnave-cma

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *