Durante três dias, há na Romeira uma montra para artistas almadenses

Intitulado Almarte, o evento decorre de 26 a 28 de novembro e tem por objetivo divulgar o trabalho de artistas com ligação a Almada. A entrada é gratuita.

 

Um antigo armazém na zona do Caramujo e Romeira foi o espaço escolhido para acolher a estreia de um projeto de divulgação de artistas com ligação a Almada, intitulado Almarte. Durante três dias, é no “Espaço Caramujo”, junto ao Mercado da Romeira, que decorre a primeira edição do evento, que dá a conhecer artistas que trabalham em disciplinas como pintura, fotografia, cerâmica, vídeo, joalharia ou macramé.

“O nosso grande objetivo é divulgar o trabalho destes artistas locais, ao mesmo tempo que lhes fornecemos uma plataforma para se conhecerem, fomentando o networking”, conta ao ALMADENSE João Farinha, da Traveller Boost, agência ligada ao turismo que criou o projeto.

O evento conta com curadoria de Joana Pitanga e Tiago Hesp, ambos artistas almadenses ligados à arte urbana. “Como criadores, o que mais nos interessou neste projeto foi a multidisciplinaridade, a possibilidade de juntar artistas de áreas diferentes, com esse elemento em comum da ligação a Almada”, refere Tiago Hesp.

Ao mesmo tempo, a exposição conjunta constitui “uma oportunidade para os próprios artistas se aproximarem de áreas com as quais geralmente não interajem”, destaca Joana Pitanga.

 

pitanga-romeira

O Almarte tem ainda uma janela aberta para a música, apresentando na sexta-feira, 26 de novembro, um concerto do trio Remexido, que junta sonoridades de fado, tango ou indie rock. No sábado, dia 27, será a vez da atuação do DJ Beat D Fender.

Iniciativa da Traveller Boost, o Almarte conta com o apoio da delegação de Almada da Associação do Comércio Industria Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal (ACISTDS) e da Câmara Municipal de Almada. O objetivo é poder repetir o evento no futuro, de forma a que este possa funcionar como “uma rampa de lançamento para jovens artistas”, assegura João Farinha.

 

Dias: 26, 27 e 28 de novembro

Inauguração: sexta-feira 18h – 22h

Sábado e Domingo: 15h – 20h

 

Almada pelo olhar de Vítor Cid, em exposição no Museu da Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *