Companhia de Dança de Almada conquista três medalhas de ouro no World Dance Cup Portugal

Alunos da escola da Companhia de Dança de Almada alcançaram também um segundo, dois terceiros e um quarto lugar na semi-final portuguesa da prova, realizada na Figueira da Foz.

 

“Kintsugi” e “Take 2”, ambos na categoria de duetos, e “Noctem”, na categoria de grupos, foram os trabalhos que garantiram o primeiro lugar a alunos da escola da Companhia de Dança de Almada (Ca.DA) na semi-final portuguesa do World Dance Cup, que decorreu entre os dias 21 e 25 de Fevereiro na Figueira da Foz.

Também nos grupos de dança contemporânea, “Ymir” conseguiu um segundo lugar, enquanto que o trio “Tecer” e o grupo “Nautilus”, conquistaram o terceiro posto. Finalmente, no ballet clássico, “In the square” alcançou um quarto lugar.

Todos eles estão apurados para a final mundial do World Dance Cup, que este ano decorre em Roma, na Itália, entre os dias 26 de junho e 4 de julho, onde são esperados cerca de 7500 jovens procedentes de 55 países. “A expectativa é muito alta”, indicou ao ALMADENSE Maria Franco, diretora artística da Companhia de Dança de Almada, especialmente “depois da medalha de ouro conquistada na final do World Dance Cup 2019”, sublinhou a responsável.

Recorde-se que na competição internacional realizada no ano passado em Braga, o trabalho da Ca.DA “Baba Yaga” alcançou o primeiro lugar na categoria de grupo grande em dança contemporânea.

No entanto, a participação dos alunos almadenses no World Dance Cup internacional de 2020 está ainda “dependente do financiamento para as despesas de deslocação e alojamento”. Para isso, a companhia “irá concorrer ao programa da Câmara Municipal de Almada previsto para esse fim”, indicou a mesma fonte.

Constituída em 1998, a escola da Companhia de Dança de Almada tem como objetivo proporcionar uma formação técnica e artística em dança, desenvolvendo as capacidades expressivas, criativas e estéticas dos seus alunos. Para Maria Franco, os resultados agora obtidos “são o corolário de um trabalho contínuo e do empenho de professores e alunos, que muito nos congratula”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *