Com incidência de 67 casos, Almada avança no desconfinamento

Nível de risco desce no concelho de Almada, que avança este sábado para a quarta fase do desconfinamento.

 

A incidência de covid-19 no concelho de Almada desceu esta semana para 67 casos por cada 100 mil habitantes, o que lhe permite estar entre os concelhos que este fim-de-semana avançam para a nova fase do desconfinamento.

A tendência de descida no número de infeções por covid-19 em Almada tem vindo a manter-se durante o mês de Abril, apesar do progressivo avanço no plano de desconfinamento. De acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS), a 9 de Abril a incidência em Almada era de 117, número que a 16 de Abril desceu para os 101 casos por cada 100 mil habitantes, a 23 de Abril caiu para 76, até chegar aos atuais 67 casos.

 

A situação epidemiológica no concelho de Almada permite-lhe avançar no plano de desconfinamento aprovado pelo Governo. Com o fim do Estado de Emergência e entrada no Estado de Calamidade, prossegue o alívio nas restrições na generalidade do país.

Desta forma, a partir deste sábado, 1 de Maio, restaurantes, cafés e pastelarias passam a poder funcionar até às 22h30 mesmo ao fim-de-semana. O limite no número de pessoas por mesa é de seis no interior dos estabelecimentos e dez no exterior.

Quanto aos espectáculos culturais, poderão realizar-se até às 22h30, enquanto as lojas e centros comerciais poderão abrir até às 21h nos dias de semana e até às 19h ao fim-de-semana. A lotação para casamentos e batizados passa a estar limitada a 50% do espaço, reabrindo também as fronteiras terrestres com Espanha.

Apesar da abertura, “todos devemos evitar os contactos que não sejam necessários, de modo a que a pandemia não corra riscos de voltar a agravar-se”, avisou o primeiro-ministro, António Costa, na declaração que fez ao país esta quinta-feira.

 

Arrancam obras de requalificação do Largo de Cacilhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *