Almada reativa plano municipal de emergência para responder à pandemia

Câmara Municipal de Almada reativou mecanismo que garante o acesso a bens de primeira necessidade a pessoas em isolamento. 

 

Na sequências das novas restrições anunciadas pelo Governo português com o objetivo de combater a propagação da covid-19, a Câmara Municipal de Almada (CMA) reativou o Plano Municipal de Emergência Social, que visa “disponibilizar acesso a bens de primeira necessidade, como alimentos e medicação”.

A medida tem um caráter excecional e destina-se a munícipes que se encontrem em isolamento profilático emitido pelas autoridades de saúde por terem sido diagnosticados com covid-19 ou por terem tido contactos com doentes infetados. Podem recorrer a este mecanismo pessoas que, mesmo tendo recursos financeiros, não disponham de “uma rede de suporte primária ou secundária”, esclarece a autarquia.

A medida abrange ainda os cidadãos que não disponham de meios ou conhecimentos informáticos para aceder a plataformas digitais ou solicitar entregas no regime de take-away nos estabelecimentos comerciais do concelho e que não estejam “enquadrados noutros apoios de ação social ao nível de apoio alimentar”.

Para além do acesso a bens de primeira necessidade, o plano prevê assegurar serviços de passeios de cães para munícipes que se encontrem “em situação de quarentena e não tenham estes apoios de outra forma”.

O mecanismo, que já tinha sido colocado em marcha durante o anterior confinamento que decorreu entre março e abril do ano passado, está associado ao Plano Almada Solidária e à linha Almada Próxima, disponível através do número gratuito 800 10 20 40.

 

Refeições e comércio em Almada: saiba quem está a fazer entregas ao domicílio e take-away

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *