Novo centro de educação especial nasce na Sobreda

Futuro centro de educação especial da associação AlmaSã será construído num terreno cedido pela Câmara Municipal de Almada.

 

Vocacionado para pessoas com deficiência, o novo centro de educação especial de Almada vai nascer num terreno cedido pela Câmara Municipal na zona da Sobreda.

O direito de superfície para a associação AlmaSã poder construir as suas novas instalações foi formalizado esta sexta-feira. Para a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, a iniciativa é o resultado do “reconhecimento do extraordinário trabalho” que faz a organização, sublinhando que “apoiar os mais frágeis e as suas famílias é contribuir para uma sociedade em que é bom viver”, escreveu a autarca no Facebook.

Situada na Quinta dos Pianos, na Sobreda, a parcela de terreno cedida pela autarquia à AlmaSã tem uma área de mais de 7 mil metros quadrados e um valor patrimonial de 226 mil euros.

Designado de Campus Social de Almada, o novo espaço terá valências como um centro de atividades ocupacionais para 60 pessoas portadoras de deficiência, um lar residencial para 30 pessoas portadoras de deficiência e uma residência autónoma para cinco pessoas. Com este projeto, a AlmaSã pretende criar entre 50 e 65 postos de trabalho.

Nascida em 2010, a AlmaSã tem como missão apoiar o desenvolvimento e a educação pedagógica especial, prestando atualmente apoio a mais de 300 alunos e respetivas famílias.

 

Almada é o concelho com maior nível de incidência de Covid-19 na grande Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *