Monte de Caparica assinala Dia Nacional das Comunidades Ciganas

Celebração decorreu esta sexta-feira, dia 17 de junho, junto à Biblioteca Maria Lamas, no Monte de Caparica.

 

A bandeira das comunidades ciganas foi hasteada esta sexta-feira dia, 17 de junho, na Biblioteca Maria Lamas no Monte da Caparica, como parte das celebrações do Dia Nacional das Comunidades Ciganas. 

“Hastear a bandeira é, sem dúvida, um ato que nos dá empoderamento”, afirmou Olga Mariano, representante da associação Agarrar Exemplos. “Faz parte daquilo que é ser cigano, da nossa vivência, do nosso passado e da nossa cultura. Somos primeiro portugueses, mas esta é uma bandeira que nos representa, faz com que nos lembremos sempre do nosso passado”, destacou. 

“Este é um ato simbólico, mas que é muito importante”, sublinhou, por sua vez, Susana Silveira, representante da associação Costume Colossal. “Estamos no século XXI e são impensáveis os atos de racismo que têm acontecido”, lamentou, acrescentando que “estas medidas são importantes para que a nossa inserção na comunidade seja melhor”. 

Além do hastear da bandeira, também o hino foi ouvido e decorreu um círculo de falas com o tema “cultura e tradição”, moderado por Teresa Vieira. 

Fernanda Martins, representante do Centro Comunitário PIA II, da Santa Casa da Misericórdia de Almada, fez questão de sublinhar a importância do momento, afirmando que “as culturas diferentes existem para se completar, não para se opor”.

A celebração do dia ocorreu no âmbito do projeto (Des)Envolver as Comunidades, promovida pelo Centro Comunitário Plano Integrado de Almada (PIA) II, da Santa Casa da Misericórdia de Almada, em parceria com as associações Costume Colossal e Agarrar Exemplos.

O Centro Comunitário PIA II trabalha nas áreas do acompanhamento e inserção social, na animação comunitária e no Ensino, Emprego, Formação e Empreendedorismo. Tem como objetivos o desenvolvimento social local e a implementação de costumes que contribuam para a melhoria das condições de vida.

A comemoração foi organizada pela Santa Casa da Misericórdia de Almada com o apoio da Câmara Municipal de Almada e da Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria. 

 

Monte de Caparica recebe primeiro festival infantil

Apoie-almadense

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.