Câmara compra parque de estacionamento em Cacilhas por 1,2 milhões de euros

Espaço conta com um total de 111 lugares de estacionamento e passará a ser gerido pela WeMob.

 

A Câmara de Almada vai aquirir um parque de estacionamento de Cacilhas com um total de 111 lugares pelo valor de 1,2 milhões de euros. A proposta foi aprovada por unanimidade durante a reunião camarária realizada esta segunda-feira, dia 17 de outubro.

“Trata-se de um parque de estacionamento que está neste momento com muito pouco uso. Além disso, há uma grande carência de estacionamento na zona”, justificou Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal. “Essa carência tem limitado muito as hispóteses de reabilitação naquela zona”, acrescentou a autarca.

Localizado na rua António Feio, junto ao Posto de Turismo de Almada, o espaço em aquisição inclui ainda quatro frações comerciais, que a autarquia poderá utilizar ou ceder. O local irá agora “entrar nos parques de gestão da WeMob”, empresa municipal que gere a mobilidade no concelho, esclareceu a presidente da autarquia.

“É nossa intenção poder retirar ao máximo o estacionamento das ruas junto à zona pedonal da Cândido dos Reis”, indicou ainda Inês de Medeiros, referindo que “há quem peça para se prolongar a pedonalização um pouco mais acima”. Em curso está também a avaliação do parque de estacionamento do morro de Cacilhas, que poderá em breve passar também para as mãos da autarquia.

 

Nota: A imagem inicialmente utilizada pelo jornal ALMADENSE para ilustrar esta notícia não correspondia ao parque de estacionamento em causa. Aos leitores e aos visados, as nossas desculpas.

 

Trabalhadores do metro de Almada em greve nos dias 19 e 20 de outubro

4 Comentários

  • Outubro 18, 2022 at 2:58 pm
    Permalink

    Podem corrigir o link? Diz 12 milhões. Obrigado.

    Responder
    • Outubro 19, 2022 at 10:30 am
      Permalink

      Caro leitor, nos links não é possível colocar vírgulas. Por isso parece 12 milhões, quando na verdade é 1,2. Obrigada

      Responder
  • Outubro 18, 2022 at 9:05 pm
    Permalink

    Com os valores praticados pela WeMob na zona não creio que muito vá mudar em questões de reabilitação. Principalmente se ficarmos à mercê do horário do estacionamento. E relembro que os dísticos de residentes são quase inúteis, tendo em conta que não há fiscalização em tais zonas.

    Responder
  • Outubro 19, 2022 at 7:22 am
    Permalink

    Gostava de estar sempre informado.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *