Alunos da Escola Básica da Trafaria com manuais digitais no próximo ano letivo

Projeto-piloto pretende generalizar a utilização de manuais escolares digitais em todo o país.

 

A partir do próximo ano letivo, os alunos da Escola Básica da Trafaria, no concelho de Almada, vão abandonar o papel e estudar a partir de manuais digitais. Trata-se de um dos estabelecimentos de ensino incluídos no projeto-piloto de desmaterialização dos manuais escolares, que será implementado para os alunos do 2º e 3º ciclos.

“Isto é o futuro, o país está a avançar e capacitar digitalmente, logo, temos de acompanhar”, disse ao ALMADENSE Sandro Gonçalves, diretor do Agrupamento de Escolas da Trafaria. O docente acredita que a oportunidade tem de ser aproveitada, uma vez que “todos os computadores foram fornecidos aos alunos e professores” da escola.

O projeto foi proposto pelo Ministério da Educação aos estabelecimentos de ensino interessados e capacitados para o acompanhar. Na base está a iniciativa “Capacitação digital das escolas – 2022/2023”, que pretende fomentar a transição digital. “A nossa escola é pequena e por isso perfeita para este projeto-piloto”, sublinha o diretor. “É este o caminho e há de correr bem”, afirmou, acrescentando que a medida é “importantíssima”, uma vez que também tem em vista um futuro mais ecológico e sustentável. 

O programa “Capacitação digital das escolas” foi elaborado no âmbito do Plano de Ação para a Transição Digital e pretende fomentar o desenvolvimento de um programa para a transformação digital das escolas. Tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de estratégias inovadoras e indutoras de mudança que terão impacto na melhoria da gestão escolar, na qualidade do ensino, nas aprendizagens e nos resultados escolares.

Além de capacitar os alunos em literacia digital, também visa estimular e motivar os docentes para desenvolverem e melhorarem as suas competências digitais, permitindo-lhes recorrer às tecnologias digitais, colocando-as ao serviço de uma educação e formação de elevada qualidade. Para mais informações sobre a iniciativa, pode visitar o site oficial.

 

Secundária Cacilhas-Tejo lidera ranking no ensino público em Almada

Apoie-almadense

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.