Quarta-feira, Junho 12, 2024
CidadeDestaqueOutros Destaques

Almada dá a conhecer vestígios arqueológicos em programa gratuito

Almada recebe duas visitas guiadas e uma oficina para famílias no Sítio Arqueológico da Quinta do Almaraz, Museu de Almada – Casa da Cidade e Salgas Romanas de Cacilhas. A participação é gratuita.

 

Este ano, Almada volta a associar-se à comemoração das Jornadas Europeias de Arqueologia com duas visitas guiadas e uma oficina para famílias. O programa decorre entre 14 e 16 de junho.

A visita guiada ao Sítio Arqueológico da Quinta do Almaraz tem lugar na sexta-feira, dia 14 de junho, às 18h. Esta é uma oportunidade de conhecer o povoado do 1. º milénio a.C., habitualmente interdito ao público, e de descobrir o trabalho dos investigadores que lutam para valorizar aquele importante acervo arqueológico.

Publicidade
education-mrec

A oficina de arqueologia experimental tem início marcado às 16h de sábado, 15 de junho. Dedicado às famílias, o atelier no Museu de Almada – Casa da Cidade permite aos mais pequenos ser arqueólogos por um dia, participando numa escavação simulada.

As Salgas Romanas de Cacilhas recebem os almadenses a 16 de junho, domingo, pelas 16h. O relevante vestígio arqueológico da presença romana em Almada estabelece a atual frente ribeirinha como zona portuária de grande importância entre os séculos I e V d.C.

As iniciativas são gratuitas, com inscrição prévia obrigatória através do e-mail museus.comunica@cm-almada.pt.

Coordenadas a nível europeu pelo Instituto Nacional de Pesquisas Arqueológicas Preventivas francês (INRAP) e, em Portugal, pelo Património Cultural, I.P., as Jornadas Europeias de Arqueologia incitam todas as entidades da área a dar a conhecer “os tesouros do património arqueológico e os bastidores da arqueologia”, como pode ler-se na página do Património Cultural, I.P. As Jornadas Europeias começaram com 28 países em 2020, contando em 2024 com 47 participantes.

Também de grande relevância arqueológica é o Museu de Almada – Covas de Pão, onde os visitantes podem conhecer a exposição “Casas, covas e ruas: as raízes medievais de Almada”. O museu está aberto das 10h às 13h e das 14h às 18h, de terça-feira a sábado.

 

Foto: Maria João Morais

 

Almada aprova requalificação dos acessos entre as praias do Rei e Bela Vista

Publicidade
FCT-gif-2

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *